TV GC

Riquezense encontra na paixão pelas letras nova oportunidade de empreender

Entre a calmaria das letras desenhadas e frases inspiradoras de Deus, a jovem riquezense Keila Pessatto, encontrou no Lettering muito mais que uma nova profissão, descobriu sua paixão pela arte de desenhar letras

Talento - 23/04/2021 10:38
Carregando Vídeo

Diante de uma sociedade cada vez mais conectada e tecnológica, os detalhes do trabalho artesanal têm conquistado seu espaço e ganhado a atenção do mercado e dos apaixonados pela arte.  Uma dessas técnicas é o Lettering, mais conhecido como ‘a arte de desenhar as letras’. Seus traços únicos e dimensionais encantam os olhares e aquecem corações por meio de belas mensagens, que são desenvolvidas completamente a mão, moldando cada letra para que em sua fase final, se torne uma ilustração, e não apenas uma escrita.

O Lettering pode ser criado de várias formas, usando lápis, giz, tintas, canetinhas entre outros objetos. E assim como existem várias formas de criá-lo, também há distintas formas de exposições, sendo possível aplica-lo em trabalhos de papel, cartolina, quadros, vitrines e até mesmo em paredes de muros.

Essa técnica, também é conhecida por despertar os sentimentos nas pessoas que os veem, muitas das vezes, sendo através de frases motivadoras, românticas, reflexivas, ou até mesmo, uma frase pessoal, que com os traços certos, tem um enfeze a mais. O Lettering consiste em desenhar letras e palavras, em vez de digitá-las no computador ou escrevê-las de qualquer jeito em um pedaço de papel.

E foi nessa calmaria entre as letras desenhadas, que a jovem riquezense Keila Pessatto, encontrou no Lettering muito mais que uma nova profissão.  “A arte não pode ser feita de forma calculada, você tem que estar de bem consigo mesmo, só assim, você consegue ir lá e desenhar algo lindo para uma pessoa”, comenta a jovem.


PAIXÃO PELAS LETRAS

Fotos: Ana Paula Costa


Keila conta, que percebeu desde a infância sua paixão pelas letras, desde o momento de pintar, até o momento de escrever. “Eu identifiquei essa paixão desde que eu era pequena, quando eu ganhei minha primeira caixa de lápis de cor. Sempre gostei de pintar, de colorir, de letras, de escrever poemas, e isso já acontecia desde os meus cinco anos de idade”, recorda.


DO HOBBY AO RECONHECIMENTO PROFISSIONAL


Em meio a pandemia da Covid-19, e com a carga de trabalho reduzida, Keila começou a se dedicar cada vez mais ao Lettering. Através de uma indicação de um amigo, ela participou de um curso gratuito disponibilizado pela Faber Castell, e a partir disso, passou a colocar em prática seus trabalhos.

Buscando por uma nova forma de empreendimento, algo de diferente, ela começou a publicar suas artes no Instagram, e viu ali, que seu trabalho era muito apreciado pelas pessoas. “Eu vi que todo mundo elogiava o que eu fazia só pra postar no Instagram, então resolvi postar para vender, decidi me arriscar e ver o que acontecia. E deu muito certo, foi ali que eu percebi que isso vende, que as pessoas admiram a arte, sendo uma forma de expressão, de amor, e tudo mais”, lembra.


@UM.FAROL



Para realizar as publicações das suas artes, Keila criou a conta no Instagram, chamada ‘Um Farol’. Mas, segundo ela, a intenção da conta não era apenas vender suas artes, e sim ajudar as pessoas através de seus poemas e textos, até mesmo em conversas. 

Para Keila, o nome ‘Um Farol’ é carregado de significado, pois remete a Deus, que de acordo com ela, é quem ilumina a vida. “Eu criei esse nome espontaneamente, pensando em Deus e orando. Depois de um tempo que eu já havia criando a conta com esse nome, houve um acampamento, que por coincidência era em um farol, foi quando eu tive essa confirmação, de que era pra ser ‘Um Farol’, e que eu estava certa, estava no caminho”, conta.


DOS PEDIDOS À ARTE


Antes de começar a realizar a arte, a jovem empreendera conversa com os clientes, buscando saber como eles querem a encomenda, quais cores devem ser usadas, o que eles pensam, se já escolheram a frase ou o tema. 

Após colhidas as informações, ela prepara um esboço e envia para aprovação. “Em alguns casos eu mando um desenho pequeno, para o cliente ver se é assim que ele quer, e em alguns casos, eles pedem pra eu fazer como eu acho que fica bonito. Aí eu tiro algumas informações e faço”, explica.


CURSOS E APERFEIÇOAMENTOS 


Todos sabem que a prática leva a perfeição, mas que, aprendizagens através de cursos e novos métodos também são uma boa escolha para quem está em busca de um trabalho de qualidade. Conforme Keila, desde que ela iniciou seus trabalhos com o Lettering, tem buscado aperfeiçoar seu desempenho com a Arte. “Eu também fiz um curso da Marina Viabone, uma artista que eu admiro muito, pela forma que ela ensina, e também, porque ela diz que nós devemos encontrar o nosso estilo de arte”, afirma.

Ela diz que o curso não aplicava formas corretas de desenvolver o Lettering, e sim, que cada um deveria encontrar o seu estilo e desenvolvê-lo sem um padrão estabelecido. “Foi assim que eu encontrei o meu estilo, que é com Lettering com a aquarela por trás. No caso eu coloco a aquarela, e por cima da aquarela, eu coloco as letras desenhadas. O Lettering é isso, você faz as letras desenhando-as, e com as cores certas, fica tudo muito lindo”, enfatiza.


“TUDO O QUE EU FAÇO É COM AMOR”


Quando questionada pela reportagem qual diferencial e o sucesso do trabalho dela, a jovem é enfática: “Sim, é um diferencial a mais ter feito cursos e me especializado nisso, se não teria aprendido tudo. Porém o diferencial mesmo da minha empresa, é o foco em Deus, nas pessoas, e no amor. Porque tudo o que eu faço é com amor”, finaliza com expressão de satisfação no rosto.

Fonte: Ana Paula da Costa
Envie suas sugestões de pauta para a redação
WhatsApp Business EXPRESSO D'OESTE (49) 99819 9356

Mais notícias