TV GC

Com diversos temas abrangidos Cras de Mondaí busca auxiliar famílias em suas dificuldades

Segundo a coordenadora Kely, a equipe do CRAS trabalha com diversos grupos, com o objetivo de auxiliar as famílias à superarem suas dificuldades, independentemente de quais sejam

Mondaí - 08/06/2021 11:50 (atualizado em 08/06/2021 11:50)
Carregando Vídeo

O Centro de Referência em Assistência Social (Cras), de Mondaí, está retomando as atividades gradualmente, respeitando todas as medidas preventivas à COVID-19. Em entrevista à reportagem da TV Expresso, a Coordenadora do Cras, Kely Mueller, informou que o retorno presencial ocorreu no dia 31 de maio, com os grupos de crianças e adolescentes.

Conforme Kely, antes do retorno presencial, as famílias já eram atendidas de forma online. “A gente tinha contato com eles através do WhatsApp, e durante esse tempo que não era possível eles estarem aqui presentes, encaminhamos atividades, como se fossem temas de casa, relacionados aos diversos assuntos que a gente trás aqui no Cras. Fizemos também vídeo chamadas, conversamos com eles sobre como estavam se sentindo ema casa”, relata.

GRUPOS ATENDIDOS

A coordenadora relatou que alguns grupos seguem ativos, como o Grupo de Gestante, que acontece semanalmente; o Grupo do 0 aos 6 anos de idade, onde a criança vem acompanhada pela mãe ou pai, que é mensal; e o Grupo Jovens em Ação, para quem é beneficiado com o Benefício de Prestação Continuada (BPC), que é mensal.

Segundo Kely, os Serviços de Convivência para idosos e para adultos, iniciam neste mês de junho. “Temos também nossas reuniões mensais, que são realizadas sempre uma vez por mês, onde a gente convida os pais para estarem vindo aqui, fazendo uma conversa sobre os nossos atendimentos, tirar as dúvidas, estar falando sobre alguma dificuldade com o filho”, conta.


Foto: Divulgação – Os atendimentos retornaram na segunda-feira, dia 31 de maio.


INSCRIÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO NOS GRUPOS

A coordenara conta que no momento são atendidos apenas os grupos prioritários, que seriam as crianças e adolescentes, encaminhados pela Escola ou pelo Conselho Tutelar. “Como a gente tem que ter um número reduzido por conta da pandemia, então a gente optou por atender 10 crianças por turno. No primeiro momento a gente vai atender só esse grupo prioritário, daqui para frente, se Deus quiser que tudo passe, a gente vai começar atender ao público em geral, como a gente já atendia antes”, enfatiza.

IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DESENVOLVIDO NO CRAS

Kely descreve o Cras, sendo a casa das famílias, por não atender somente as crianças, mas também, atender o pai, atender a mãe. “O Cras tenta atender todos de uma forma geral, para tentar ajudar eles a enfrentar essas dificuldades, principalmente agora nesse momento de pandemia em que surgiram novas demandas, dificuldades novas, por conta desse isolamento social que a gente precisou ficar”, afirma.

Ainda segundo Kely, a partir do momento em que a criança está recebendo atendimento presencial, é mais fácil observar se ela tem alguma dificuldade, se ela precisa de ajuda. “Com a criança aqui, é mais fácil de você estar identificando alguma dificuldade que ela esteja passando, algum problema. Eu considero o presencial aqui, muito importante, ele é um trabalho em rede, um trabalho que envolve Escola, envolve Conselho Tutelar, envolve a Secretaria de Assistência Social, então a gente não trabalhos sozinho, a gente trabalha junto com todos os outros profissionais, e isso é muito importante para o enfrentamento da questão social que vivemos no País devido a Pandemia”, finaliza. 


Foto: TV Expresso – Entrevista com a Coordenadora do Cras de Mondaí - Kely Mueller.
Fonte: Ana Paula da Costa / Redação Tv Expresso
Envie suas sugestões de pauta para a redação
WhatsApp Business EXPRESSO D'OESTE (49) 99819 9356

Mais notícias